Zakynthos, Namíbia e Zanzibar

 

 

 

Depois de um primeiro dia que foi passado entre aeroportos e aviões, hoje foi o meu primeiro dia completo em Zakynthos…e posso dizer que o que eu queria realmente fazer, está feito. Quando marquei a minha viagem, estive quase para estar aqui apenas um dia…mas acabei por optar por dois, no caso de um desses dias estar mau em termos de clima.

Assim que cheguei aqui e fui levantar o carro no aeroporto, a primeira coisa que me perguntaram foi sobre os incêndios em Portugal. Estavam mais ou menos incrédulos em como foi possível morrer tanta gente. Lá tentei explicar o inexplicável o melhor que pude. Aqui a ilha deles também está bem marcada. Uma boa parte da área verde (ou ex verde) está queimada. É um mal comum a todos os países do sul da Europa.

Voltando ao assunto que me trouxe até aqui, o principal objectivo era fotografar a famosa praia Navagio, conhecida também por ship wreck beach, devido ao barco naufragado que se encontra no areal. Logo pelo nascer do sol lá estava eu a preparar o drone para o primeiro voo. Apesar da ilha ser pequena e as distâncias curtas, é extremamente acidentada e as viagens demoram uma eternidade. A praia fica apenas a 30 e poucos km do meu hotel e demorei cerca de uma hora a chegar lá. Também fiquei espantado pelos pouquíssimos turistas que se encontram. Bem sei que já é época baixa mas ainda assim esperava mais agitação. Há mesmo muitos hoteis e empresas ligadas à actividade turística que estão simplesmente fechadas. Para mim é óptimo! O tempo hoje esteve excelente, com sol e 24 graus. Acabei por fotografar mais algumas paisagens costeiras e amanhã continuo a missão, além de regressar à Navagio para ver se a luz é melhor ou pior ao pôr do sol.

Já agora, não estranhem a marca de água na foto. É o meu novo site dedicado á fotografia aérea, em www.fromabove.pt.

 


 

 

Vai ser uma viagem doida :). De vez em quando eu arranjo uns itenerários meio malucos mas que dentro da minha lógica de viagem e de acordo com os voos que me interessam, fazem sentido. Amanhã vou iniciar mais uma. Serão pouco mais de duas semanas, 3 países, 15 voos.

A primeira etapa será a ilha grega de Zakynthos. Esta etapa não tem muito a ver com o resto e a verdade é que até passo por Portugal antes de seguir para África. No entanto consegui há uns meses uns bilhetes de avião mesmo muito baratos e não resisti. Esta ilha em particular pode não ser das mais espectaculares da Grécia, mas tem uma das praias mais famosas do mundo e que tenho vontade de fotografar. É uma ilha pequena e por isso mesmo só vou estar lá 2 dias completos, sendo os outros 2 dias para a ida e para o regresso.

Em seguida, parto com destino a Windhoek, capital da Namíbia, com escalas em Roma e Adis Abeba, na Etiópia. Será a minha segunda visita a este país localizado entre Angola e África do Sul. Depois da Islândia, é provavelmente o meu país preferido de todos os que visitei até hoje e por isso queria muito regressar. Vou fazer um percurso diferente, apostando mais no sul do país, com os seus desertos e canyons. Nesta viagem vou dar especial atenção à fotografia aérea e também por isso escolhi a Namíbia. É um país com imenso potencial para este tipo de imagens, assim o São Pedro colabore em termos de vento, já que chuva é muito pouco provável.

Depois de uma semana na Namíbia, vou passar uns dias em Zanzibar. Esta ilha que faz parte da Tanzânia sempre me cativou, mas como não sou uma pessoa de praia, ainda não tinha resolvido ir até lá. É o típico destino de areia branca e água azul turquesa, muito ao jeito de outros destinos por onde já andei. E apesar de não ser muito a minha praia, passe o trocadilho, vai saber bem depois dos dias no deserto da Namíbia que serão por certo extremamente cansativos.

Portanto, é isto que vou andar a fazer até ao dia 6 do próximo mês. E como habitualmente, aqui deixarei o meu relato de viagem todos os dias, assim tenha acesso à internet para que o possa fazer. Até breve então.

 

 

Name / Nome

Email

Subject / Assunto

Message / Mensagem